top of page

33 Parques Nacionais que já exploramos e nossas recomendações

O Brasil possui, atualmente, 73 parques nacionais (PARNAs) e são administrados pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Todos os biomas brasileiros possuem parques nacionais, exceto o Pampas, sendo que 24 deles estão na Mata Atlântica, 20 na Amazônia, 15 no Cerrado, 8 na Caatinga, 3 no bioma marinho e 1 no Pantanal.

A visitação só é permitida em parques que possuem plano de manejo e de uso público.


Conheça a lista de Parque Nacionais (PARNAs) Brasileiros aqui ou é só rolar pra baixo que já tem bastante opção. Outro site que nos serve de inspiração em nosso planejamento é o EntreParques.


Agora vamos listar aqui alguns PARNA's que merecem ser visitados, alguns já visitamos e outros estão em nossa bucket list.



1. PARQUE NACIONAL DE ITATIAIA (RJ)


Vamos começar pelo primeiro parque nacional, o do Itatiaia, entre Minas Gerais e Rio de Janeiro, que foi criado em 14 de junho de 1937 por Getúlio Vargas. O Parna é super acessível desde São Paulo e deve ser explorados em etapas. Nós já o vistamos três vezes, uma para conhecer a parte alta e subir o pico das Agulhas Negras, outra vez para explorar a parte baixa e depois retornamos para subir as Prateleiras, e pretendemos voltar por outros picos.


Parte Alta

O acesso a parte alta é antes de Itatiaia, subindo a serrinha e serpenteando a divisa SP-RJ. As hospedagens na parte alta são mais rústicas, no município de Itamonte, vale buscar um chalé airbnb nos vilarejos próximos a entrada do parque. Confere os detalhes em nosso post: O pico das Agulhas Negras é nosso! e Corpus Christi em Aiuruoca e Prateleiras


Parte Baixa

A parte paixa tem fácil acesso desde a Rodovia Dutra por Itatiaia, você pode se hospedar em Itatiaia, dentro do parque ou em Penedo. Nosso post dá os detalhes: Corpus-christi em Itatiaia (+ Penedo + Aparecida)

Também vale a pena explorar o entorno do parque em diversas opções como, Penedo, Serrinha do Alambari, Maringá e Maromba: Fim de semana em Visconde de Mauá, Maringá e Maromba


2. PARQUE NACIONAL DA SERRA DA BOCAINA (RJ)

Com 104 mil hectares, o Parque Nacional da Serra da Bocaina (PNSB) é uma das maiores áreas protegidas da Mata Atlântica. Localiza-se em trecho da Serra do Mar, na divisa entre os estados do Rio de Janeiro e São Paulo.


Dentre seus principais atrativos turísticos destacam-se o Caminho de Mambucaba (mais conhecido como Trilha do Ouro) que liga a parte alta a baixa, as cachoeiras de Santo Isidro, das Posses e do Veado, a Pedra do Frade, e a Praia do Caxadaço.


Parte Alta

Hospedando-se em São José do Barreiro ou em pousadas já próximas a entrada do parque na serra. Da praça central até a portaria do parque são 28 quilômetros por estrada de terra e no parque não é permitida a entrada de veículos. Há também hospedagens interessantes na parte da serra fora do parque na região do Sertão de Bananal, para explorar o visual da baía de Angra e um dia retornaremos para subir o imponente pico do Frade, bora tio Guga?



Parte Baixa

A parte baixa fica na praia de Trindade próxima a Paraty e vale a visita para conhecer as piscinas naturais do Caixadaço e a cachoeira da Pedra que Engole, podendo também explorar outras belas praias da região como a praia do Sono ou esticar até o saco do Mamanguá. Fim de semana em Trindade e PARNA Serra da Bocaina



3. PARQUE NACIONAL DA CHAPADA DIAMANTINA (BA)

Nosso fascinante roteiro, não cansamos de passear por lá, é o nosso grande favorito. Já fomos três vezes e ainda voltaremos muito mais. Confere os registros:


4. PARQUE NACIONAL CHAPADA DOS VEADEIROS (GO)

Considerada Patrimônio Natural Mundial pela Unesco, a Chapada dos Veadeiros fica a 2h30 de carro a partir de Brasília. A vila de São Jorge é a porta de entrada do parque nacional, que abriga belas cachoeiras e formações rochosas. Para fazer as duas trilhas disponíveis no parque, é preciso ter um monitor. Nós aproveitamos mais os atrativos em volta do parque, confere: Chapada dos Veadeiros e Brasília


5. PARQUE NACIONAL SERRA DA CANASTRA (MG)

Criado em 1971 para proteger a nascente do Rio São Francisco, o parque é habitat de espécies como o lobo-guarás, tatus-canastra e tamanduás-bandeira. Como o acesso é complicado para as principais atrações, é recomendável a contratação de um guia e ir de caro 4x4. Há várias cidades que podem servir de base para os passeios, mas é em São Roque de Minas que há mais opções.

Confere a nossa experiência por lá: Carnaval nos parques nacionais das Minas Gerais


6. PARQUE NACIONAL APARADOS DA SERRA (RS)

É neste parque que você vai poder admirar o Cânion do Itaimbezinho considerado o mais belo da região. Há duas opções de trilhas na parte alta do cânion. A trilha do Vértice é a mais popular e dá vista para as cachoeiras a Andorinha e Véu da Noiva. Faça o passeio de manhã, para evitar cerração. A maioria dos visitantes acessa o parque pela cidade de Cambará do Sul. Veja o nosso registro: Carnaval no Parque Aparados da Serra


7. PARQUE NACIONAL CAMPOS GERAIS DO PARANÁ (PR)

Situado na porção centro-leste do Estado do Paraná. O parque possui aproximadamente 21.300 hectares de área, abrangendo os municípios de Carambeí, Castro e Ponta Grossa. Há diversos atrativos a explorar no entorno de Ponta Grossa, mas nós expandimos a visitação pelos atrativos do estado, que incluiram também o Canion Guartelá e as cachoeiras de Prudentópolis. Confere: Férias pelos Campos Gerais e litoral do Paraná


8. PARQUE NACIONAL SETE CIDADES (PI)

No Piauí, o PARNA é um lugar onde a beleza cênica dos paredões e formações rochosas servem de moldura para uma viagem ao passado ilustrada por pinturas rupestres. Passado e presente se misturam nos mais de 6 mil hectares do parque, que também é uma zona de encontro da Caatinga com o Cerrado. Confere neste post: Rota das Emoções, dos Lençóis Maranhenses à Jeri+


9. PARQUE NACIONAL SERRA DO CIPÓ (MG)

Situado 100km ao norte de Belo Horizonte é um parque repleto de cachoeiras e muita diversão. Confere: Carnaval nos parques nacionais das Minas Gerais


10. PARQUE NACIONAL DOS LENÇÓIS MARANHENSES (MA)

Uma das maravilhas brasileiras que deve ser visitado por todos. Os acessos são por Barreirinhas ou Santo Amaro, mas não deixe de visitar e até pernoitar em Atins. Nós fizemos o trekking que é uma aventura a parte nos lençóis, confere: Trekking nos Lençóis Maranhenses com crianças


11. PARQUE NACIONAL DO MONTE PASCOAL (BA)

Um monte cheio de histórias, de fácil acesso desde a BR 101, vale a parada e a subida, um tanto úmida e quente, mas valeu. Confere: Monte Pascoal e Corumbau


12. PARQUE NACIONAL ANAVILHANAS (e JAÚ) (AM)

Uma das atrações ao ir a Amazônia, circular pelos rios e igarapés deste parque nacional fluvial, onde nos esbaldamos nos banhos de rio. Vizinho ao Anavilhanas está o PARNA Jaú, mas não chegamos até lá. Confere: Carnaval 2020 na Amazônia



13. PARQUE NACIONAL DA SERRA DO CAPARAÓ (ES e MG)

O Parque Nacional do Caparaó atrai pessoas interessadas em subir o Pico da Bandeira, o terceiro mais alto do Brasil, com 2.892 metros de altitude. E foi o que fomos fazer por lá, confere: Pico da Bandeira


14. PARQUE NACIONAL DE JERICOACOARA (CE)

Outro lugar pitoresco e valioso em nosso Brasil que é preciso visitar, confere: Rota das Emoções, dos Lençóis Maranhenses à Jeri+


15. PARQUE NACIONAL DO PANTANAL MATOGROSSENSE (MT)

Estivemos por lá pequeninas e precisamos voltar


16. PARQUE NACIONAL DE SÃO JOAQUIM (SC)

A famosa serra catarinense, exploramos o seu entorno pois o parque estava fechado pela pandemia, mas valeu!


17. PARQUE NACIONAL DA FLORESTA DA TIJUCA (RJ)

Estivemos no Rio de Janeiro inúmeras vezes e em cada visita descobriamos alguma parte do parque. A Vista Chinesa estive por lá pequenina, mas foi recentemente que exploramos o parque a fundo. Ainda faltam algumas trilhas interessanes como a do Parque Laje ao Cristo, fazer um tour de bike pelo parque, explorar além dele pelas trilhas da Transcarioca, mas o principal já vimos que foi a trilha da Pedra da Gávea e a Pedra Bonita.

Confere os detalhes no nosso post: Carnaval Rio Radical 2022


18. PARQUE NACIONAL CHAPADA DOS GUIMARÃES (MT)

Passamos por lá quando visitamos o pantanal, adoramos! Carnaval no Pantanal e Chapada dos Guimarães

19. PARQUE NACIONAL DA SERRA DA BODOQUENA (MS)

Fica bem perto de Bonito e vale a parada. Nós apenas visitamos o complexo turístico da Boca da Onça, mas o parque tem muito mais atrativos, assim vale uma viagem mais longa a Bonito para ter tempo de explorá-lo.


20. PARQUE NACIONAL DA SERRA DE ITABAIANA (SE)

Bem ali próximo a Aracaju fica o parque, são poucos atrataivos acessíveis, visitamos apenas o poço das moças, mas é tão perto de Aracaju que vale a visita, e ali bem próximo ao parque vale visitar o parque dos falcões.

21. PARQUE NACIONAL CAVERNAS DO PERUAÇU (MG)

Perdido ao norte de Minas Gerais e longe de tudo mas um lugar incrível que vale a visita se estiver na rota do Rio São Francisco.


22. PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU (PR e Argentina)



Já tínhamos até passagem comprada mas a pandemia acabou com a nossa viagem mas conseguimos visitá-lo em um roteiro de viagem super bacana com as Missões Jesuitas do Sul, Paraguai e Argentina


23. PARQUE NACIONAL DA RESTINGA DE JURUBATIBA (RJ)



Este parque fica ali coladinho em Macaé, finalmente o conhecemos em uma diversão #primaiadareunida


24. PARQUE NACIONAL DA SERRA GERAL (RS/SC)


Ele fica ali colado ao PARNA Aparados da Serra, já estivemos lá para visitar o cânion Fortaleza, mas não deu pra ver nada, assim vamos voltar e emendar e fazer a trilha do boi, no PARNA Aparados da Serra.


25. PARQUE NACIONAL DA SERRA DAS CONFUSÕES (PI)


Um parque pouco turístico mas bem prõximo ao turístico Serra da Capivara e vale a pena a visita a parte em Caracol, como também percorrer os Canions do Viana.


26. PARQUE NACIONAL DA SERRA DA CAPIVARA (PI)



Patrimônio da Unesco o maior sítio arqueológico do mundo, com pinturas rupestres que datam de 12 mil anos e achados de 100 mil. Uma linda paisagem e museus interessantes.


27. PARQUE NACIONAL DA CHAPADA DAS MESAS (MA)



É composto por florestas de buritizais, sertões, relevo de chapadas vermelhas, compondo um conjunto de curiosas formações rochosas, cânions, cavernas e cachoeiras, sendo as mais destacadas a de São Romão e a Cachoeira da Prata. Essas cachoeiras ainda são pouco exploradas, devido a dificuldade do deslocamento ate elas, que tem que ser feito com a ajuda de guias locais e por caminhonetes com trações 4x4, a gente não conseguiu visitar. Mas outros atrativos no entorno são incríveis como o Encanto Azul


28. PARQUE NACIONAL DO VALE DO CATIMBAU (PE)


Um parque bacana e com potencial, com pinturas rupestres e turismo em desenvolvimento.


29. PARQUE NACIONAL DO PAU-BRASIL (BA)



Compõe junto com o Parque Nacional do Monte Pascoal, um corredor ecológico das Reservas de Mata Atlântica da Costa do Descobrimento. O primeiro, criado em 20 de abril de 1999, próximo das comemorações dos 500 anos do Brasil, como tentativa de preservar remanescentes de mata atlântica do sul da Bahia. Fácil visitar desde Arraial d'Ajuda ou Porto Seguro.


30. PARQUE NACIONAL DO DESCOBRIMENTO (BA)


Fácil o acesso mas pouco interessante a visita


31. PARQUE NACIONAL DO ALTO CARIRI (BA)



Acesso bem ruim em estradas de barro. Fizemos um bate-volta de Eunápolis. Melhor esperar um pouco um melhor acesso e estrutura turística para explorar melhor.


32. PARQUE NACIONAL DA SERRA DAS LONTRAS (BA)


Visitamos uma gostosa cachoeira no entorno.


33. PARQUE NACIONAL DE BOA NOVA (BA)



Visitado por estrangeiros do mundo todo para avistamento de pássaros, mas pouco aproveitamos por causa da chuva, talvez voltemos um dia.



 

Outros PARNAs interessantes que ainda não fomos mas estão em nossa bucket list:


PARQUE NACIONAL DA SERRA DOS ÓRGÃOS

Ainda está pendente em nossa lista já que quando estivemos em Teresópolis o parque estava fechado por causa da pandemia. Está nos nossos planos fazer a travessia Petrô-Terê.


PARQUE NACIONAL MARINHO DE FERNANDO DE NORONHA

O papai e a mamãe já estiveram lá, chegaram na ilha navegando pelo SEM FIM na REFENO, Regata Recife-Fernando de Noronha e está top em nossa lista uma viagem em família a esta incrível ilha brasileira.


PARQUE NACIONAL MARINHO DE ABROLHOS

Já tentamos três vezes visitar Abrolhos quando fazíamos nossas viagens de carro de Sampa a Salvador, mas não havia disponibilidade de passeio nas datas que estivemos por ali, por isso este passeio segue em nossa lista.


PARQUE NACIONAL DO MONTE RORAIMA

Este está na lista pra quando estivermos bem condicionadas para uma mega trilha e faremos com nossos companheiros de trilha Enzo e Luca e Vitor e Davi, pois vai mais de uma semana de caminhada.


PARQUE NACIONAL DO SUPERAGUI

Estivemos ali muito perto na Ilha do Mel mas não chegamos lá. O Superagui fica entre a ilha do Mel e a Ilha do Cardoso, será que um dia chegamos lá?


Mas é uma lista que não acaba, e um dia vamos percorrê-los todos:


Parque Nacional da Serra do Gandarela (MG)

Constitui-se importante área de conservação ambiental no coração do Quadrilátero Ferrífero e na porção sul da Cadeia do Espinhaço, a 40 km de Belo Horizonte. O Parque apresenta um conjunto cênico de exuberantes serras, rios e cachoeiras.

Já estivemos ali por perto na Serra do Caraça e um dia vamos explorá-lo.


Parque Nacional da Amazônia (PA)

Localizado na bacia hidrográfica do rio Tapajós, a meio caminho entre Manaus e Belém.



Parque Nacional Guaricana (PR) e Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PR)

Ambos muito próximos que objetivam a proteção de zonas da Mata Atlântica. Já estivemos por ali explorando a região de Morretes e Paranaguá, mas ainda não chegamos ao parque.


Parque Nacional de Ilha Grande (PR)

O parque é aberto gratuitamente ao público e em diversos locais, possui prainhas, local de lazer, onde pode-se até nadar nas margens do Rio Paraná. Outra opção é o passeio de barco no Rio Paraná, passando por diversas localidades da Ilha Grande.


Parque Nacional da Lagoa do Peixe (RS)

Este parece que não possui infra-estrutura para visitação, mas pode entrar em nossa rota de exploração do RS.


Parque Nacional das Sempre-Vivas (MG)

Situa-se na Serra do Espinhaço no divisor de águas das bacias dos rios São Francisco e Jequitinhonha, no norte de Minas Gerais, na região de Diamantina. Estivemos por ali, passamos pelo parque mas não conseguimos propriamente visitá-lo por causa das chuvas do período. Temos que voltar.


Parque Nacional da Serra do Itajaí (SC)

Também já passamos por ali em nossa viagem por Santa Catarina mas não pudemos visitá-lo, temos que voltar.


Parque Nacional do Boqueirão da Onça (BA)

Também na Bahia, quando voltarmos ao Sertão tem que entrar em nossa rota. Às margens do rio São Francisco, a região do parque guarda a maior população de onças-pintadas da Caatinga e também se localizam a maior concentração de sítios arqueológicos do Brasil, totalizando cerca de 3 000 pontos, com inscrições rupestres datadas de 16 000 anos. Também se localiza a Toca da Boa Vista, a maior caverna do hemisfério sul.




Comments


bottom of page